December 18, 2018 / 12:58 PM / a year ago

Rússia sinaliza queda de produção de petróleo em 2019 após 10 anos de alta

Máquinas extraem petróleo em Almetyevsk, Rússia 27/07/2017 REUTERS/Sergei Karpukhin/File Photo

MOSCOU (Reuters) - A produção de petróleo da Rússia pode cair no próximo ano devido a um pacto de redução global de oferta, disse nesta terça-feira o ministro de Energia, Alexander Novak, após uma década de crescimento.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e outros produtores, liderados pela Rússia, concordaram neste mês em retomar os cortes de produção para interromper a queda dos preços do petróleo, que caíram para menos de 60 dólares após uma máxima de mais de 80 dólares por barril em outubro, em um golpe para os cofres de muitos países produtores.

A Rússia prometeu reduzir sua produção em 228 mil barris por dia (bpd), de uma média mensal recorde de 11,41 milhões de bpd.

Novak disse que essa redução será alcançada durante o primeiro trimestre, já que a produção ultrapassou 11,42 milhões de bpd em dezembro até agora.

Novak, falando em um comitê do partido governista United Russia na câmara baixa do parlamento, disse que a produção de petróleo russa deve subir este ano em cerca de 200 mil bpd, para 556 milhões de toneladas .

A produção de petróleo da Rússia seguiu uma tendência ascendente ininterrupta, graças a novos campos petrolíferos, depois de 2008, quando declinou em meio a uma crise financeira mundial e à queda dos preços do petróleo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below