December 18, 2018 / 9:08 PM / in a month

Leilões de usinas da Renuka terminam sem lances, diz fonte

SÃO PAULO (Reuters) - Os leilões judiciais para venda de duas usinas de cana-de-açúcar da Renuka nos Estados de São Paulo e Paraná terminaram sem lances, e a empresa pode agora ir à falência, disse à Reuters uma fonte que acompanhou os certames.

Entretanto, a fonte, que pediu anonimato, comentou que após o leilão, o Grupo Teston fez uma proposta, via petição nos autos da recuperação judicial, pela unidade Vale do Ivaí, no Paraná.

A validação dessa proposta teria de ser dada pelo juiz responsável pelo caso.

Conforme a fonte, novas assembleias de credores podem ser realizadas para deliberar sobre o futuro da empresa.

Foram oferecidas nesta terça-feira, sem lances mínimos, as usinas Revati, em Brejo Alegre (SP), e Vale do Ivaí, em São Pedro do Ivaí (PR).

Enquanto a primeira é operada pela Renuka do Brasil, a segunda está nas mãos da Renuka Vale do Ivaí, mas ambas pertencem à indiana Shree Renuka Sugars SRES.NS, que iniciou investimentos no Brasil em 2010 e foi atingida por baixas cotações do açúcar e controle de preços dos combustíveis em governo anteriores.

O endividamento somado das duas beira os 4 bilhões de reais.

A Reuters noticiou, com base em fontes, que o fundo Castlelake, dos EUA, e o Grupo Teston, fabricante de equipamentos agrícolas com operações no Paraná, estariam de olho nos ativos.

Não foi possível encontrar um representante da Renuka para comentar o assunto.

Por José Roberto Gomes

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below