September 18, 2019 / 7:38 PM / a month ago

Trabalhadores da Embraer aprovam estado de greve, diz sindicato

Funcionários da Embraer em São José dos Campos protestam em fevereiro contra venda de parte da empresa para Boeing. Nesta quarta-feira, trabalhadores da unidade aprovaram decretação de estado de greve em meio a discussões salariais. REUTERS/Roosevelt Cassio

SÃO PAULO (Reuters) - Trabalhadores da fábrica da Embraer em São José dos Campos (SP) aprovaram nesta quarta-feira decretação de estado de greve e podem cruzar os braços a partir da segunda-feira caso não haja avanço em negociações salariais, informou o sindicato local.

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, filiado à Conlutas, o reajuste reivindicado pelos trabalhadores corresponde à inflação do período (setembro de 2018 a agosto de 2019) mais 3% de aumento real, além de renovação da convenção coletiva na íntegra. Já a Fiesp propôs zero de aumento real, aplicando apenas a inflação (3,28%), e redução de direitos, segundo o sindicato.

“Há quatro anos, a Embraer não aplica aumento real aos salários”, afirmou o sindicato.

O sindicato informou ainda que “dois pontos previstos na convenção coletiva estão na mira dos empresários do setor aeronáutico: a estabilidade no emprego para lesionados e a proibição da terceirização irrestrita nas fábricas”. A entidade estima que existam cerca de 1.000 trabalhadores lesionados nas unidades da Embraer em São José dos Campos. “Os casos mais comuns são lesões no ombro e coluna e depressão”, afirmou o sindicato.

“Não vamos abrir mão desses direitos. A terceirização já é uma prática adotada pela Boeing em suas plantas, mas não permitiremos que seja aplicada nas metalúrgicas da nossa região”, disse o diretor do sindicato André Luiz Gonçalves, em comunicado à imprensa.

Procurada, a Embraer disse que não vai comentar o assunto.

A norte-americana Boeing conseguiu mais cedo neste ano aval do governo de Jair Bolsonaro para comprar o controle da principal unidade de negócios da fabricante brasileira, a que produz jatos comerciais. O negócio ainda precisa de aprovação de autoridades regulatórias para ser concluído.

As ações da Embraer exibiam alta de 0,8 por cento, cotadas a 19,45 reais, perto do final do pregão. O Ibovespa mostrava recuo de 0,3 por cento.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below