September 26, 2019 / 8:09 PM / 2 months ago

Ibovespa supera 105 mil pontos, com apoio de bancos

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em alta nesta quinta-feira, acima dos 105 mil pontos, com bancos entre os principais suportes, em sessão marcada por sinais benignos do Banco Central sobre inflação e câmbio no Brasil e noticiário externo misto em relação às negociações comerciais entre Estados Unidos e China.

Bolsa de Valores de São Paulo 21/03/2019 REUTERS/Nacho Doce

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 0,8%, a 105.319,40 pontos. O volume financeiro da sessão atingiu 13,7 bilhões de reais.

Para o analista Régis Chinchila, da Terra Investimentos, a alta encontrou apoio em comentários do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, que sinalizou tranquilidade da autoridade monetária em relação à inflação e à alta do dólar.

Campos Neto avaliou que a alta recente do dólar frente ao real não veio acompanhada de elevação do prêmio de risco e pontuou que o importante para o BC é quando há impacto do câmbio nos canais de inflação.

Também ajudou a bolsa, na visão do analista, a indicação de alinhamento entre o ministro da Economia, Paulo Guedes, e os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado, “favorecendo o otimismo com o sucesso na implementação da agenda de reformas”.

O Ibovespa firmou-se no azul após uma manhã sem tendência clara, diante do noticiário misto sobre as negociações entre Estados Unidos e China, que têm adicionado volatilidade.

O governo chinês disse que os dois países estão se preparando para garantirem “progresso positivo” nas negociações em outubro e o assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, destacou que movimentos da China nos mercados de commodities têm sido “muito positivos”.

Em paralelo, contudo, a agência Bloomberg noticiou que os EUA não devem prorrogar autorização temporária para que empresas norte-americanas atuem como fornecedoras à chinesa Huawei, que desde maio foi incluída em uma lista negra dos EUA.

Além dos sinais contraditórios nesse tema, o ânimo no pregão brasileiro também encontrou freio em incertezas ligadas aos desdobramentos do pedido de impeachment do presidente norte-americano, Donald Trump.

Em Wall Street, o S&P 500 cedeu 0,23% e o Dow Jones caiu 0,28%. O Nasdaq perdeu 0,57%.

DESTAQUES

- ITAÚ UNIBANCO PN subiu 2,88%. BRADESCO PN teve alta de 1,44%. Operadores citaram fluxo de estrangeiro nos papéis. No mês, as ações dos maiores bancos privados do país acumulam alta de cerca de 5% cada. SANTANDER BRASIL avançou 1,12% na sessão.

- BANCO DO BRASIL ON teve acréscimo de 0,37%, um dia após divulgar aval de acionistas para vender até 64 milhões de ações que estão em tesouraria, operação de quase 3 bilhões de reais. A assembleia ainda aprovou a adesão a uma eventual oferta secundária de ações que estão com FI-FGTS.

- BB SEGURIDADE ON subiu 2,07%, após o conselho de administração aprovar proposta para redução de 2,7 bilhões de reais do capital social. Como consequência, os acionistas receberão 1,35 real por ação.

- CYRELA ON avançou 2,62% e MRV ON ganhou 1,09%, em sessão positiva do setor imobiliário. Dados da Abecip mostraram que o financiamento imobiliário com recursos da poupança atingiu 6,71 bilhões de reais em agosto, alta de 18,4% ante mesmo mês de 2018.

- VIA VAREJO ON subiu 2,88%, tendo de pano de fundo declarações do maior acionista e presidente do conselho de administração da varejista, Michael Klein, de que considera a venda da operação do Extra.com, e reativar operações próprias de crediário usando a infraestrutura digital do BanQi.

- BRF caiu 1,43%, em sessão negativa do setor de carnes após altas recentes. MARFRIG ON desvalorizou-se 2,76% e JBS ON cedeu 1,2%. No ano, esses papéis acumulam elevação de 80% a 180%.

- EMBRAER ON recuou 2,15%, em meio a receios de atraso na conclusão do acordo com a Boeing, após indicação da União Europeia de que vai iniciar uma avaliação aprofundada sobre a operação na qual a norte-americana assumirá o controle da divisão comercial da fabricante brasileira de aviões.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below