October 10, 2019 / 5:02 PM / a month ago

Amplas floradas são vistas em cafezais de Minas Gerais; há previsão de chuvas

SÃO PAULO (Reuters) - Os pés de café em todo o Estado de Minas Gerais, maior produtor da commodity no Brasil, registraram nesta semana a primeira grande florada da nova safra, que pode indicar o tamanho da produção do próximo ano.

Pés de café com flores em Espírito Santo do Pinhal (SP) 31/08/2016 REUTERS/Reese Ewing

Agricultores e analistas compartilharam fotos e vídeos de seus cultivos, com os pés lotados de flores ou botões. Agrônomos dizem que uma boa florada, ampla e uniforme, seguida por umidade adequada e temperaturas amenas, pode levar a uma boa produção.

“Em geral, a florada foi boa, mas estamos ansiosos pelas próximas chuvas e rezando para que as temperaturas permaneçam brandas”, disse Mariana Caetano, diretora de operações da Guima Cafés, produtora controlada pelo Banco BMG que possui 900 hectares no Cerrado Mineiro.

Ela afirmou que as chuvas vinham sendo escassas em todas as regiões, abaixo dos níveis históricos, e que a empresa manteve seus pés saudáveis utilizando irrigação por gotejamento. No entanto, os reservatórios já recuavam, e Caetano não tinha certeza se os níveis da irrigação poderiam ser mantidos caso as chuvas diminuíssem ainda mais.

Paulo Piancastelli, que administra 210 hectares de cafezais na região do Triângulo Mineiro, disse que a florada foi positiva.

“Nós, agricultores, acabamos compartilhando as melhores fotos que tiramos, em lugares onde há mais flores, que são bonitas. Dessa forma, colocamos um pouco mais de pressão sobre os preços”, brincou.

De fato, os preços do café arábica recuaram em Nova York nesta semana, com operadores comentando sobre as floradas, que podem levar a uma grande safra no próximo ano no maior produtor mundial caso as condições sejam adequadas.

Haroldo Bonfá, especialista em café da consultoria Pharos, disse que as belas fotos e vídeos compartilhados nas redes sociais podem induzir ao erro.

“Nem todos os campos são iguais. Não foi uma ocorrência uniforme”, disse ele, indicando que muitas áreas não estão em boa condição devido ao tempo mais seco que o normal e aos menores cuidados com a safra.

Bonfá afirmou ainda que é difícil avaliar quanto da florada vai se transformar em frutos para alavancar a safra de 2020. “Provavelmente teremos de esperar até o final de outubro, início de novembro para estimar números.”

Chuvas são esperadas para os próximos dias, de acordo com o Agriculture Weather Dashboard da Refinitiv, com até 90 milímetros previstos para a região Sul de Minas Gerais.

Reportagem de Marcelo Teixeira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below