October 17, 2019 / 1:05 PM / in a month

XP Investimentos aguarda temporada relativamente fraca de resultados no 3º tri

SÃO PAULO (Reuters) - A equipe da XP Investimentos aguarda uma temporada de resultados trimestrais relativamente fraca no Brasil citando um cenário ainda desafiador para a atividade econômica, que impacta as empresas domésticas, conforme relatório distribuído a clientes nesta quinta-feira, sobre a safra dos balanços prevista para começar na próxima semana.

Operadores da XP Investimentos no escritório em São Paulo 10/09/2015 REUTERS/Paulo Whitaker

“Após um segundo trimestre apontando para uma leve recuperação, esperamos que a atividade econômica brasileira perca um pouco de dinamismo no terceiro trimestre... Essa leve desaceleração decorre principalmente da menor pujança dos setores de consumo de bens duráveis, de setores de serviços centrais, tais como transportes, e da persistente fragilidade da indústria brasileira”, vê a equipe liderada por Karel Luketic.

Eles destacam, contudo, evolução positiva de determinados indicadores que impactam diretamente o ambiente microeconômico das empresas, incluindo o quadro confortável para a inflação e o cenário de juros baixos.

Entre os setores, a equipe da XP estima que o varejo ainda vai refletir o cenário desafiador para a economia e poucos sinais de retomada no consumo, mas avalia que empresas de comércio eletrônico devem ser o destaque positivo, com aceleração do crescimento de vendas e consequente ganho de participação de mercado para B2W e Magazine Luiza, enquanto Via Varejo ainda deve sofrer com o processo de reestruturação da empresa.

Em relação a empresas de shopping centers, veem crescimento de receitas ainda tímido, resultado da atividade econômica ainda fraca e portanto de pouco espaço para redução de descontos para lojistas e expansão significativa de vendas.

A contínua demanda enfraquecida e ambiente de preços desafiador também devem pesar nos resultados das siderúrgicas, avaliam.

No setor de transportes, esperam resultados positivos por parte das locadoras de veículos, enquanto aguardam que as companhias aéreas tenham mais um trimestre saudável, embora com custos marginalmente pressionados pela taxa de câmbio.

Para as exportadoras, frigoríficos devem apresentar um trimestre forte novamente, com preços e exportações mais altos, enquanto o setor de carne bovina nos EUA deve ser o destaque positivo para as empresas que possuem exposição à região, veem os analistas.

Já as mineradoras, na visão da equipe da XP, devem registrar números sólidos com volumes e preços fortes de minério de ferro, embora os preços mais altos do frete afetem os custos. O setor de papel e celulose, por sua vez, deve continuar sendo impactado por preços de celulose deteriorados e custos ainda elevados.

No caso do setor elétrico, calculam que os resultados das geradoras serão impactados negativamente por uma combinação de cenário hidrológico mais adverso e preços menores do que esperado de energia de curto prazo.

Nas distribuidoras de combustíveis, os analistas da XP afirmam esperar resultados melhores em termos de margens. Já a Petrobras deve reportar desempenho ligeiramente mais fracos, dado que o aumento de produção de petróleo com a entrada de novas plataformas foi compensado por um menor preço do petróleo, avaliam.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below