October 17, 2019 / 8:10 PM / a month ago

Após 6 altas seguidas, Ibovespa recua sob peso de cenário político

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista recuou nesta quinta-feira, após seis altas seguidas, em meio a ruídos no cenário político doméstico, que fizeram investidores preferirem realizar lucro.

Bolsa de Valores de São Paulo 10/09/2015 REUTERS/Paulo Whitaker

O Ibovespa caiu 0,39%, a 105.015,77 pontos. O giro financeiro da sessão somou 15,3 bilhões de reais.

A crise no PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, se intensificou com a decisão do governo de afastar a deputada federal Joice Hasselmann da liderança do governo no Congresso Nacional, após o envolvimento da parlamentar na polêmica disputa sobre a liderança do PSL na Câmara.

No plano econômico, o Brasil teve criação líquida de 157.213 vagas formais de emprego em setembro, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), melhor número para o mês desde 2013 (+211.068).

Às vésperas do início da safra de balanços de companhias brasileiras, a XP Investimentos disse que aguarda uma temporada relativamente fraca, citando um cenário ainda desafiador para a atividade econômica.

No exterior, ecoaram notícias sobre acordo do Brexit, com o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, dizendo que está confiante de que os parlamentares britânicos apoiarão o acordo em uma votação no sábado.

Em outra frente, o Fundo Monetário Internacional (FMI) disse ver sinais de desaceleração das tensões comerciais entre Estados Unidos e China, o que pode reduzir danos já causados à economia global pela troca de tarifas entre os dois países.

DESTAQUES

- PETROBRAS PN e PETROBRAS ON cederam 0,97% e 0,95%, respectivamente, mesmo em dia de alta das cotações do petróleo no mercado internacional.

- BANCO DO BRASIL caiu 0,2%, antes da precificação de oferta secundária subsequente de ações da instituição após o fechamento do mercado.

- MAGAZINE LUIZA ON ganhou 0,96%, com o setor de varejo no azul, em meio a perspectivas de retomada do consumo. VIA VAREJO avançou 1,02%. GPA subiu 1,06%.

- CYRELA ON evoluiu 0,61%, após divulgar na véspera prévia operacional do terceiro trimestre, considerada forte por analistas, com as vendas crescendo 64,9% ante mesmo período do ano passado, enquanto os lançamentos saltaram 93,6%.

- B3 ON teve alta de 2,1%, após decisão favorável no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), divulgada após o fechamento da véspera, envolvendo ágio na incorporação da Bovespa, há cerca de uma década, num processo avaliado em cerca de 3,3 bilhões de reais.

- VALE ON caiu 0,19%, com os contratos futuros de referência do minério de ferro na China tocando mínimas em sete semanas em meio a temores de que a demanda pela commodity sofra mais impactos da guerra comercial entre EUA e China.

- TEGMA ON despencou 11,5%. A empresa de transporte de veículos foi alvo de operação da Polícia Federal que apura a formação de cartel envolvendo companhias de transporte rodoviário de veículos novos (cegonheiros). “A investigação verificou a existência de um acordo anticompetitivo destinado a fixar artificialmente o valor do frete dos veículos 0km, bem como dividir o mercado nacional entre os participantes do cartel”, afirmou a PF.

Edição Aluisio Alves

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below