October 18, 2019 / 1:37 PM / a month ago

Leilão de energia A-6 tem início com expectativas de forte competição

Trabalhadores limpam painéis fotovoltaicos dentro de uma usina de energia solar em Gujarat 02/07/20152015 REUTERS/Amit Dave

SÃO PAULO (Reuters) - Um leilão de energia do governo para contratar usinas que atenderão à demanda de distribuidoras de eletricidade a partir de 2025, o chamado A-6, teve início às 10 horas desta sexta-feira (horário de Brasília), informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), responsável por operacionalizar a licitação.

Participam da concorrência empreendimentos de geração a gás natural e carvão, parques eólicos e solares, hidrelétricas e usinas à biomassa.

Especialistas esperam forte disputa entre os investidores pelos contratos de longo prazo oferecidos aos vencedores, uma vez que o ritmo lento de recuperação da economia brasileira deve resultar em baixa demanda de contratação.

Há expectativa também de que usinas renováveis e a gás natural batalhem pelo protagonismo no certame, em meio a planos do governo para desenvolver o mercado do insumo.

Empreendimentos hidrelétricos contratados na licitação fecharão contratos de fornecimento por 30 anos, enquanto termelétricas selarão contratos de 25 anos. Usinas eólicas e solares fecharão a venda de energia por 20 anos.

Por Luciano Costa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below