for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

PEC paralela da Previdência deve ser votada na CCJ do Senado dia 6 de novembro

Senador Tasso Jereissati se prepara para falar no Senado 22/10/2019 REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - A PEC paralela da reforma previdenciária deve ser votada na Comissão de Constituição e Justiça do Senado no dia 6 de novembro, informou a assessoria da presidente da CCJ, senadora Simone Tebet (MDB-MS).

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) foi a saída encontrada pelo relator da reforma, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), para promover mudanças no texto e evitar que a matéria voltasse à Câmara dos Deputados, após ter sido aprovada em dois turnos na Casa.

O senador fez a leitura do parecer sobre a PEC na manhã desta quarta-feira, enquanto no plenário parlamentares concluíam a votação da PEC da Previdência após acordo, que prevê a aprovação de um destaque sobre aposentadoria por periculosidade e a retirada de outra emenda remanescente.

O texto principal da reforma foi aprovado em segundo turno no plenário do Senado na noite de terça-feira.

Por Maria Carolina Marcello

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up