October 23, 2019 / 8:08 PM / a month ago

Ibovespa renova recorde com início de temporada de balanços e após Previdência

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa renovou a máxima de fechamento pela terceira sessão seguida nesta quarta-feira, em dia marcado pelo início da divulgação de balanços do trimestrais de empresas no índice e com investidores animados após a aprovação no Senado da reforma da Previdência.

Fachada da B3, a bolsa de valores de São Paulo 03/04/2019 REUTERS/Amanda Perobelli

O principal índice da bolsa paulista subiu 0,15%, a 107.543,59 pontos. O volume financeiro da sessão somou 17 bilhões de reais.

O Itaú BBA destacou que o Ibovespa abriu espaço para testar novos patamares. “Os próximos objetivos do mercado estão em 114.000 e 120.000 pontos”, afirmaram os analistas Fabio Perina e Larissa Nappo, em relatório a clientes.

Após idas e vindas, atrasos e algumas derrotas para o governo, o Senado concluiu nesta quarta-feira a votação em segundo turno da reforma da Previdência, que agora já pode ser promulgada depois de publicada.

A promulgação, no entanto, só deve ocorrer em novembro, já que o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), pretende aguardar o retorno do presidente da República, Jair Bolsonaro, e do vice-presidente, Hamilton Mourão, além do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), todos em viagens internacionais.

O BTG Pactual destacou que daqui para a frente o que fará preço serão os resultados do terceiro trimestre. Analistas avaliam que os indicadores de bolsa já não estão baratos, assim, o diferencial de cada gestor estará no seu grau de seletividade.

Após a sessão, Localiza, EDP Brasil e CSN divulgam seus balanços do terceiro trimestre. Pela manhã, a WEG divulgou seus números, que foram bem recebidos pelo mercado.

Em Wall Street, o S&P 500 avançou 0,28% e o Dow Jones subiu 0,17%.

DESTAQUES

- WEG ON saltou 4,45%, após a empresa anunciar que no terceiro trimestre teve crescimento de dois dígitos do Ebitda e expansão de margens, além de melhora no retorno sobre o capital investido.

- ITAÚ UNIBANCO PN e BRADESCO PN avançaram 1,42% e 0,86%, respectivamente. No setor, BANCO DO BRASIL ON subiu 0,42%.

- PETROBRAS PN e PETROBRAS ON ganharam 1,33% e 0,48%, respectivamente, seguindo a alta dos preços do petróleo. Petroleiros notificaram a empresa sobre o início de greve geral, em 26 de outubro, após fracasso em chegar a um novo acordo coletivo de trabalho que valeria até 2020.

- YDUQS recuou 3,78%. A empresa havia avançado cerca de 6% no mês até a véspera. No setor, COGNA (Ex-Kroton) caiu 3,24%, ambas entre as maiores quedas da sessão.

- VALE ON fechou com queda de 0,4%, com agentes atentos à divulgação do balanço na noite de quinta-feira.

- LOCALIZA ON cedeu 0,69% antes do balanço, previsto para após o encerramento dos negócios na B3. Analistas estimam, em média, lucro líquido de 235,5 milhões de reais, segundo projeções compiladas pela Refinitv.

- LOJAS RENNER ON caiu 1,58%, com o balanço trimestral também agendado para a quinta-feira à noite. Estimativas ouvidos pela Refinitiv prevêem lucro líquido de 219,9 milhões de reais e Ebitda de 399,7 milhões de reais.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below