November 12, 2019 / 5:51 PM / a month ago

"Dê-me um pouco disso": Trump renova pedido por taxa de juros negativa nos EUA

U.S. President Donald Trump delivers remarks at the Economic Club of New York at the Hilton Midtown Hotel in Manhattan, New York, U.S., November 12, 2019. REUTERS/Tom Brenner

NOVA YORK (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, renovou nesta terça-feira suas críticas ao aumento seguido de corte na taxa de juros pelo Federal Reserve, dizendo que o banco central colocou os EUA em desvantagem competitiva em relação a outros países, e exigindo taxas de juros negativas.

Trump, em um discurso no Clube Econômico de Nova York, reivindicou crédito por recordes econômicos sem paralelo nos Estados Unidos, que ele disse terem sido alcançados apesar dos aumentos nos juros pelo Fed no início de seu mandato.

“Lembrem-se de que estamos competindo ativamente com países que cortam abertamente as taxas de juros, de forma que muitos agora estão sendo realmente pagos quando quitam seus empréstimos, o que é conhecido como juros negativos. Quem já ouviu falar disso?” disse.

“Dê-me um pouco disso. Dê-me um pouco desse dinheiro. Quero um pouco desse dinheiro. Nosso Federal Reserve não nos deixa fazer isso.”

Por Jeff Mason

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below