for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Ministro diz que é "impossível" dizer agora valor da privatização da Eletrobras

Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, durante leilão de excedentes da cessão onerosa, no Rio de Janeiro 06/11/2019 REUTERS/Pilar Olivares

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Embora o orçamento da União estime 16,2 bilhões de reais de arrecadação com o processo de privatização da Eletrobras ELET6.SA, é "impossível" dizer agora qual será o valor da desestatização, disse nesta segunda-feira o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

Ele disse ainda que não quer e não pode dizer quanto a Eletrobras vale, e o mercado também tem que esperar pela operação de privatização, prevista para o segundo semestre de 2020.

Uma fonte próxima do processo de desestatização da elétrica disse à Reuters, na semana passada, que o governo federal calibrou mal no Orçamento de 2020 a receita que espera receber do processo de capitalização da Eletrobras, que estaria superestimada em cerca de 25%. [nL2N27Y0Q2]

O ministro disse ainda esperar que tramitação do projeto de privatização da Eletrobras possa ser mais célere no Congresso, após esclarecimentos prestados pelo Executivo, que iniciou na última semana conversas com o Senado sobre o tema.

Por Rodrigo Viga Gaier

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up