for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

B3 permite redução temporária de "free float" da Biosev

16/12/2018. REUTERS/Emmanuel Foudrot

SÃO PAULO (Reuters) - A Biosev, uma das maiores companhias do setor de açúcar e etanol, informou na noite de segunda-feira que a B3 concedeu, em caráter extraordinário, autorização para redução temporária de seu “free float”.

A companhia --unidade sucroalcooleira da gigante do agronegócio Louis Dreyfus-- deverá manter em negociação, no mínimo, o “free float” atual de 5,99% de seu capital social até sua recomposição, a qual deverá ocorrer até, no máximo, o dia 31 de dezembro de 2020, de acordo com a bolsa.

“Foi exigido ainda que a companhia reporte à B3, até, no máximo, o dia 30.09.2020, os esforços empreendidos para a recomposição do Free Float, comprovando interações com assessores financeiros e bancos de investimento em busca de aconselhamento quanto às oportunidades de mercado”, disse a Biosev, citando ainda reuniões com potenciais investidores estratégicos.

A empresa, que fechou o último trimestre com dívida líquida de 5,6 bilhões de reais, registrando prejuízo de 304,3 milhões de reais, afirmou ainda que se compromete a atender plenamente as condições a ela propostas pela B3.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up