November 26, 2019 / 7:07 PM / 16 days ago

JPMorgan corta MRV para "neutra" e reduz Tenda a "underweight"

SÃO PAULO (Reuters) - Analistas do JPMorgan cortaram a recomendação para as ações da MRV e da Tenda, citando pressões de curto prazo na margem bruta das construtoras voltadas para a baixa renda, conforme relatório a clientes nesta terça-feira.

Logo da MRV em painel na B3, em São Paulo 25/07/2019 REUTERS/Amanda Perobelli

No caso da MRV, Marcelo Motta e equipe reduziram a recomendação para “neutra”, com o preço-alvo caindo de 22 para 20 reais.

Eles esperam margens bruta ainda pressionadas neste trimestre e começo de 2020, refletindo maior rigor na concessão de crédito no Minha Casa Minha Vida e necessidade da empresa de aumentar o pro-soluto ou diminuir a velocidade de vendas.

“Do lado positivo, apesar de seu foco no programa MCMV, a MRV continuou investindo nos últimos anos para criar uma plataforma que permita lançamentos no SBPE, que fornece à empresa flexibilidade para enfrentar possíveis quedas no programa MCMV.”

Tenda teve a sua recomendação reduzida para “underweight”, com os analistas citando espaço de alta limitado para o preço-alvo que tem para a ação de 28 reais e cotação relativamente elevada em relação a suas concorrentes em termos de múltiplos.

Motta e equipe também esperam pressões nas margens brutas da companhia, também decorrente da classificação de crédito do Minha Casa Minha Vida, uma vez que a empresa é a mais exposta à faixa 1,5 do programa habitacional.

“Embora também acreditemos que a Tenda tenha flexibilidade para lançar projetos com preços mais altos, mitigando o impacto negativo de um programa mais rigoroso do MCMV, acreditamos que esse movimento na Tenda aconteceria em um ritmo relativamente menor em relação aos pares.”

No mesmo relatório, os analistas do JPMorgan reiteraram recomendação “overweight” para Cyrela, Even e EZTC, entre as empresas voltadas para a média e alta renda, citando melhora nos fundamentos do setor.

Em relação ao segmento de baixa renda, Direcional continuou como a ação preferida, também com recomendação “overweight”, um razão do preço atrativo e lucros crescentes, apesar da base baixa.

Às 12:40, MRV cedia 2,35% e Tenda caía 6,5%, enquanto Cyrela tinha baixa de 3,3%, Even recuava 3,15%, Eztec perdia 0,4% e Direcional desvalorizava-se 1,1%. No mesmo horário, o Ibovespa cedia 1,7%.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below