for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

São Martinho eleva produção de açúcar em 11,4% em 2019/20 e em 6,9% a de etanol

10/11/2010 REUTERS/Sergio Moraes

SÃO PAULO (Reuters) - O grupo São Martinho, uma das maiores empresas do setor sucroenergético do Brasil, informou nesta sexta-feira que encerrou safra de cana 2019/20 com produção de açúcar 11,4% maior na comparação com a temporada anterior, atingindo 1,106 milhão de toneladas, versus 1,055 milhão do guidance “max” alcooleiro.

Já a produção de etanol na safra 2019/20 atingiu 1,172 bilhão de litros de etanol, ante guidance de 1,145 bilhão de litros, o que representou um crescimento de 6,9% na comparação com o ciclo anterior.

A maior produção de açúcar e etanol ocorreu com um crescimento da moagem de cana de 10,7%, para 22,64 milhões de toneladas, que também ficou acima do guidance de junho de 22,6 milhões de toneladas.

“O aumento de aproximadamente 3% no volume de cana processada em relação as estimativas iniciais, deve-se às melhores condições climáticas observadas durante a safra e, principalmente, à maior produtividade da cana de primeiro corte, plantada com o novo sistema de MPB com Meiose”, disse a São Martinho.

O Açúcar Total Recuperável (ATR) caiu 2% ante a safra passada, para 139,4 quilos por tonelada de cana, em média.

Já o mix açúcar/etanol ficou em 37%/63%, versus 36%/64% na safra anterior.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up