December 27, 2019 / 9:14 PM / 5 months ago

Ibovespa recua de volta a nível de 116 mil pontos, mas sobe 1,2% na semana

SÃO PAULO (Reuters) - Em dia de volume reduzido, o Ibovespa registrou uma sessão de realização no penúltimo dia de negociações de 2019, chegando a renovar sua máxima intradia durante a manhã, antes de devolver parte dos ganhos da semana encurtada pelo Natal.

25/07/2019. REUTERS/Amanda Perobelli

O Ibovespa caiu 0,57%, a 116.533,98 pontos, nesta sexta-feira e avançou 1,2% na semana. O volume financeiro somou 16,7 bilhões de reais. No mês, o índice acumula ganho de 7,7%.

O otimismo em relação à economia do país em 2020 continua na pauta de agentes do mercado apesar da realização desta sexta-feira. Mais cedo, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que a taxa de desemprego no Brasil caiu a 11,2% no trimestre encerrado em novembro, sendo o nível mais baixo da taxa desde maio de 2016.

“Essa realização não assusta o mercado, não desconfigura nosso otimismo”, afirmou Raphael Guimarães, operador de renda variável da RJ Investimentos, também citando os recentes dados econômicos como impulsionadores do viés positivo do índice.

Entre outros dados corroborando esse cenário, o estoque total de crédito no Brasil subiu 1,1% em novembro sobre outubro, a 3,410 trilhões de reais, no quarto mês consecutivo de alta com o saldo geral de financiamentos no país passou a 47,3% do PIB, divulgou o Banco Central.

No exterior, o bom humor prevaleceu nos mercados financeiros, diante de uma melhora da confiança em relação ao conflito tarifário entre Estados Unidos e China. Tanto o S&P 500, quanto o Dow Jones renovaram suas máximas nesta sexta-feira.

DESTAQUES

- B3 SA despencou 5,2%, liderando as quedas da sessão. A Comissão de Valores Mobiliários abriu nesta sexta-feira audiência pública para discutir três propostas para incentivar a concorrência no mercado de bolsa de valores brasileiro.

- MRV ON avançou 1,9%, após o conselho de administração da empresa alterar termos da proposta de incorporação da AHS Residential em fato relevante na noite da véspera.

- BRF FOODS ON subiu 0,17%. A empresa realizou o pré-pagamento de um contrato de empréstimo no valor de 1 bilhão de reais que venceria em agosto de 2021. No setor, MARFRIG ON avançou 0,7%, enquanto JBS ON perdeu 0,3%.

- PETROBRAS ON caiu 1,6% e PETROBRAS PN recuou 0,1%. Na véspera, a companhia informou elevação de 5% do preço do gás liquefeito de petróleo (GLP) vendido às distribuidoras, à vista e sem tributos, a partir desta sexta-feira.

- IGUATEMI ON perdeu 1%, em movimento de ajuste após abrir a sessão em sua máxima histórica. Até a véspera, a empresa avançou mais de 13% em dezembro. BR MALLS ON recuou 1,6%.

- ITAÚ UNIBANCO PN desvalorizou-se 0,3%, em dia negativo para o setor bancário. BRADESCO PN e BANCO DO BRASIL ON caíram 0,4% cada. SANTANDER BRASIL UNIT teve ganho de 0,3%.

-BR DISTRIBUIDORA ON subiu 1%, chegando a tocar máxima histórica no início da sessão. A empresa informou ter acertado a venda de participação de 49% na CDGN Logística para um fundo administrado pela Pacífico Administração de Recursos, por 25,37 milhões de reais.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below