January 29, 2020 / 4:46 PM / in 4 months

Brasil está no caminho para vender R$150 bi em ativos este ano, diz secretário

Secretário de desestatização do governo federal, Salim Mattar. 25/7/2019. REUTERS/Amanda Perobelli

SÃO PAULO (Reuters) - O governo federal está no caminho para vender 150 bilhões de reais em ativos estatais este ano, cerca de 40% mais que em 2019, reafirmou nesta quarta-feira o secretário de desestatização e desinvestimento, Salim Mattar.

Mattar disse durante evento do Credit Suisse que o governo vendeu 105,4 bilhões de reais no ano passado, acima da meta de 80 bilhões.

Em janeiro ele já havia citado a cifra de 150 bilhões. Na ocasião ele disse que o foco do governo deste ano seriam as empresas do grupo Eletrobras.

Ele também voltou a dizer que a privatização dos Correios não deve ocorrer antes de dezembro de 2021 e que as companhias de processamento de dados Serpro e Dataprev não serão vendidas antes de junho de 2021.

“Eu queria que pudéssemos vender estas empresas mais rápido, mas tudo demora demais num governo”, disse Mattar, um dos fundadores da maior locadora de veículos do país, Localiza.

A companhia de comunicações EBC deve ser vendida até 2022, disse Mattar.

O plano da equipe econômica do governo de Jair Bolsonaro prevê redução do número de empresas nas quais a União possui participação para 300 ao fim deste ano, ante 624 no fim de 2019. O número inclui empresas controladas pelo Estado, subsidiárias, coligadas e empresas nas quais o Tesouro tem participação.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below