January 29, 2020 / 10:23 PM / a month ago

Petroleiros aprovam greve a partir de sábado; Petrobras diz que movimento é descabido

Fachada da Petrobras em meio a greve geral na empresa em 2019 14/06/2019 REUTERS/Sergio Moraes

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (Reuters) - Trabalhadores da Petrobras aprovaram em assembleias um indicativo de greve por tempo indeterminado a partir de sábado, informou a Federação Única dos Petroleiros (FUP), que ressaltou que a categoria irá “garantir o abastecimento da população durante todo o movimento grevista”.

A federação, que representa 13 sindicatos, disse em comunicado que avisou a administração da Petrobras sobre a paralisação ainda na terça-feira.

Os sindicatos afirmam que a greve será contra demissões em uma fábrica de fertilizantes da estatal no Paraná, que a Petrobras informou mais cedo neste mês que será hibernada, com dispensa de 396 empregados, e por alegações de “descumprimento do acordo coletivo de trabalho”.

Em nota, a Petrobras afirmou que considera o movimento grevista “descabido”, pois as justificativas “são infundadas e não preenchem os requisitos legais para o exercício do direito de greve”.

“Os compromissos pactuados entre as partes vêm sendo integralmente cumpridos pela Petrobras em todos os temas destacados pelos sindicatos”, disse a empresa.

Em novembro passado, a empresa conseguiu uma decisão no Tribunal Superior do Trabalho que determinou que os petroleiros se abstivessem de realizar uma greve.

Por Luciano Costa e Marta Nogueira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below