February 3, 2020 / 7:28 PM / 21 days ago

Economia do Chile supera expectativas e cresce 1,1% apesar de protestos

Protesto em Concepción, Chile 31/1/2020 REUTERS/Jose Luis Saavedra

SANTIAGO (Reuters) - A atividade econômica do Chile CLACTI=ECI aumentou 1,1% em dezembro em relação ao mesmo mês do ano anterior, informou o banco central nesta segunda-feira, impulsionada pela resiliência do setor de mineração e superando expectativas após meses de protestos que abalaram o maior produtor mundial de cobre.

O índice de atividade econômica Imacec abrange cerca de 90% da economia registrada nos números do produto interno bruto.

A atividade de mineração saltou 3,7% em dezembro, impulsionada pela produção de cobre em grande parte estável e um aumento na produção de carbonato de lítio.

O crescimento acumulado total para 2019, no entanto, foi de apenas 1,2%, medido em termos do Imacec, bem abaixo das expectativas iniciais, pois o importante setor de mineração deu sinais erráticos no início do ano e os distúrbios de outubro e novembro causaram contrações de curto prazo.

No entanto, os primeiros indicadores mostraram que a economia do Chile tem se mostrado surpreendentemente resistente após os mais violentos protestos desde o retorno do país à democracia em 1990.

Por Dave Sherwood

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below