February 4, 2020 / 2:48 PM / 20 days ago

Ibovespa avança com viés externo favorável

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa avançava mais de 1% nesta terça-feira, acompanhando o viés positivo para ativos de risco no mundo, com as ações da Vale entre os principais suportes, enquanto o noticiário sobre o coronavírus permanecia no radar do mercado.

Pregão na bolsa paulista 24/05/2016 REUTERS/Paulo Whitaker

Às 11:43, o Ibovespa subia 1,44 %, a 116.275,83 pontos. O volume financeiro era de 4,815 bilhões de reais.

“A despeito de uma deterioração nos casos de coronavírus ao redor do mundo, os ativos de risco operam em forte alta essa manhã”, destacou o estrategista Dan Kawa, da TAG Investimentos.

“De um lado, temos a forte injeção de liquidez promovida pelo PBoC na China. De outro lado, uma piora expressiva no quadro global de infecção. Por ora, a liquidez vem ganhando essa queda de braço”, afirmou.

O Banco do Povo da China injetou um total de 1,7 trilhão de iuanes (242,74 bilhões de dólares) através de recompras reversas na segunda e terça-feira.

Hong Kong registrou a primeira morte causada pelo vírus, a segunda fora da China continental e parte de um surto que já matou mais de 420 pessoas, se espalha pelo mundo e provoca temores sobre o crescimento econômico global.

Na visão da equipe da Guide Investimentos, sem um direcionador local, a bolsa continua acompanhando o humor externo, destacou em nota a clientes.

Da pauta brasileira, a produção industrial apresentou queda de 0,7% em dezembro sobre o mês anterior, informou o IBGE nesta terça-feira. Ante dezembro de 2018, encolheu 1,2% na produção. Os dois números foram piores do que o previsto.

“A divulgação de hoje adiciona um desânimo com a atividade no curto prazo e aumenta a probabilidade de um PIB 2020 em torno de 2,0% em vez de 2,5%”, avaliou o estrategista Felipe Sichel, do modalmais, em nota a clientes.

DESTAQUES

- VALE subia 2,8%, em sessão positiva para o setor de mineração e siderurgia, em linha com o desempenho de pares no exterior. CSN ON avançava 3,8%.

- GOL PN ganhava 4,5%, tendo de pano de fundo fraqueza do dólar ante o real e anúncio de codeshare com a American Airlines. A aérea e a Smiles também convocaram para o dia 5 de março assembleias para votar a reorganização societária do grupo.

- BRADESCO PN valorizava-se 1,3%, tendo no radar divulgação de resultado na quarta-feira e arquivamento pela corregedoria do Ministério da Economia de processo contra a instituição após a operção Zelotes. ITAÚ UNIBANCO PN subia também 1,3%.

- PETROBRAS ON avançava 2,6%, em sessão de alta dos preços do petróleo no exterior, além de expectativas para a oferta secundária de ações ordinárias da petrolífera em poder do BNDES, que será precificada na quarta-feira. PETROBRAS PN subia 1,9%.

- B3 cedia 0,9%, entre as poucas quedas do Ibovespa nesta sessão, após renovar cotação recorde na véspera, com a alta acumulada em 2020 ainda ao redor de 17%.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below