February 5, 2020 / 2:41 PM / 16 days ago

Ibovespa engata nova alta com exterior favorável; Bradesco PN sobe após balanço

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa mantinha a trajetória positiva de fevereiro nesta quarta-feira, favorecido pelo clima favorável a ativos de risco no exterior, com as ações do Bradesco entre as maiores altas em meio à avaliação positiva do resultado do quarto trimestre e das projeções para 2020.

Bolsa de Valores de São Paulo 25/07/2019 REUTERS/Amanda Perobelli

A sessão também é marcada por expectativa para a decisão de juros do Banco Central, com a maioria das apostas na direção de um corte da taxa Selic para 4,25%, bem como precificação oferta de ações da Petrobras em poder do BNDES, ambas previstas para após o fechamento do mercado.

Às 11:39, o Ibovespa subia 1,56%, a 117.362,74 pontos. O volume financeiro somava 5,58 bilhões de reais.

A recuperação nos últimos dias ocorre após o Ibovespa perder quase 4% na semana passada, pressionado pela aversão a risco em razão de dúvidas sobre os potenciais reflexos do surto de coronavírus na China e que já se espalhou para outros países, particularmente no crescimento chinês e na economia mundial.

“Nessa semana, as principais bolsas vêm corrigindo perdas, à medida que notícias de combate ao surto do vírus são mais frequentes”, destacou a equipe da Elite Investimentos, ponderando, contudo, que os mercados ainda podem mostrar volatilidade elevado com a repercussão do coronavírus.

DESTAQUES

- BRADESCO PN avançava 3%, após o segundo maior banco privado do país anunciar resultado trimestral, com aumento de 14% no lucro líquido recorrente do quarto trimestre, bem como previsões para 2020, que agradaram analistas. No setor, BANCO DO BRASIL ON subia 4,5% e ITAÚ UNIBANCO PN tinha alta de 1,8%.

- PETROBRAS PN subia 1,1% e PETROBRAS ON valorizava-se 1,5%, tendo de pano de fundo a alta dos preços do petróleo no exterior. Investidores também aguardam a precificação da oferta de ações ordinárias da petrolífera, que terá o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) como vendedor.

- VALE ON mostrava elevação de 2,2%, endossando a alta do Ibovespa, em sessão de alta do setor de mineração e siderurgia como um todo, acompanhando suas pares na Europa.

- BRASKEM PNA subia 3,9%, dando continuidade à recuperação após forte perda nos últimos pregões do mês passado.

- HAPVIDA ON perdia 3,6%, entre os principais destaques negativos, em sessão mista para o setor de saúde na bolsa paulista, com FLEURY ON em alta de 4,3%.

- IRB BRASIL ON tinha oscilação positiva de 0,05%. Analistas do Credit Suisse atualizaram estimativas para a resseguradora, o que se refletiu em um aumento do preço-alvo para a ação a 43 reais, de 38 reais anteriormente, mas reiteraram a recomendação ‘neutra’ para o papel.

- LOJAS RENNER ON perdia 0,8%, também entre as poucas quedas da sessão. A varejista de vestuário divulga balanço na quinta-feira, após o fechamento do mercado. Analistas do Itaú BBA esperam desaceleração nas vendas mesmas lojas nos últimos quatro meses do ano, com pequeno crescimento na margem bruta, mas esperam forte expansão da margem Ebitda.

- MITRE ON disparava 9,3%, em sua estreia na B3, após precificar oferta inicial de ações (IPO) na segunda-feira no topo da faixa estimada pelos coordenadores (14,30 a 19,30 reais).

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below