for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

China diz que não divulgará dados comerciais de janeiro e os combinará com fevereiro

Investidores monitoram ações em Pequim, China 02/01/2020 REUTERS/Jason Lee

PEQUIM (Reuters) - O escritório da alfândega da China informou nesta sexta-feira que não divulgará os dados preliminares de comércio para janeiro e irá combinar os números do primeiro mês do ano e de fevereiro, em linha com a maneira como outros importantes indicadores econômicos do país são divulgados no início do ano.

A alfândega divulgou o comunicado à tarde, em resposta a perguntas sobre os dados de janeiro, que deveriam ser divulgados por volta das 11h no horário local (0h00, horário de Brasília) desta sexta-feira.

Os dados da China no início do ano são em geral distorcidos pela data em que cai o feriado do Ano Novo Lunar, em janeiro ou fevereiro.

Mas a epidemia de coronavírus este ano também resultou em paralisações de empresas que estão contaminando o comércio global.

Reportagem de Se Young Lee, Lusha Zhang e Min Zhang

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up