February 7, 2020 / 5:10 PM / 18 days ago

ONS reduz projeção de carga de energia em fevereiro; vê mais chuva nas hidrelétricas

Usina hidrelétrica de Furnas, em São José da Barra (MG) 14/01/2013 REUTERS/Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - A carga de energia do sistema interligado do Brasil deve avançar 1,6% em fevereiro quando na comparação com mesmo mês do ano anterior, apontou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) em relatório nesta sexta-feira, reduzindo projeção da semana anterior, de alta de 2%.

O órgão do setor elétrico ainda revisou para cima as previsões de chuva na região das hidrelétricas, principal fonte de energia do Brasil.

As precipitações no Sudeste e no Nordeste, que concentram os maiores reservatórios, deverão atingir neste mês 96% e 97% da média histórica, contra 87% e 85% projetados pelo ONS na semana anterior.

Com as chuvas e a menor projeção de carga, o ONS ainda reduziu as perspectivas do custo de operação do sistema elétrico.

Na próxima semana, o chamado custo marginal de operação (CMO), que representa o custo da usina mais cara despachada para atender à demanda, deverá ficar em cerca de 145 reais, contra 187 reais projetados para a semana corrente.

Por Luciano Costa; edição de Roberto Samora

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below