February 11, 2020 / 12:56 PM / in 5 months

JPMorgan negocia fusão da unidade de blockchain Quorum com startup ConsenSys, dizem fontes

NOVA YORK (Reuters) - O JPMorgan Chase & Co. está em negociações para a fusão de sua unidade de blockchain Quorum com a startup ConsenSys, com sede no Brooklyn, de acordo com fontes familiarizadas com os planos.

10/01/2017 REUTERS/Stephanie Keith/Foto de arquivo

O acordo provavelmente será anunciado formalmente nos próximos seis meses, mas os termos financeiros ainda não estão claros, disseram as fontes.

Atualmente, cerca de 25 pessoas trabalham na equipe da Quorum em todo o mundo e não está claro se elas se juntarão à ConsenSys após a fusão, segundo as fontes.

O blockchain surgiu mais de uma década atrás, como o software que rastreia transações de criptomoeda. Desde então, bancos e outras grandes empresas investem milhões de dólares para desenvolver e testar uma variedade de aplicativos de negócios usando a tecnologia. Os esforços tiveram resultados variados, com poucos projetos alcançando um impacto significativo.

O JPMorgan construiu a Quorum internamente usando a rede ethereum, o software que sustenta o ether, uma das criptomoedas mais conhecidas.

A Quorum está sendo usado pelo JPMorgan para administrar a Interbank Information Network, uma rede de pagamentos que envolve mais de 300 bancos. O JPMorgan, o maior banco dos EUA em ativos, também disse que usaria a Quorum para emitir uma moeda digital chamada JPMorgan Coin, projetada para fazer pagamentos instantâneos usando blockchain.

O JPMorgan está considerando cindir a Quorum há cerca de dois anos, avaliando opções incluindo a criação de uma fundação de código aberto, a criação de uma nova startup ou a fusão com outra empresa, disseram as fontes.

Uma fusão com a ConsenSys foi escolhida como o melhor caminho a seguir, pois ambas as organizações trabalham com a ethereum e estiveram envolvidas em iniciativas conjuntas no passado.

A ConsenSys, uma importante startup de blockchain que cresceu rapidamente durante a bolha de criptografia de 2017, foi fundada por Joe Lubin, um dos cofundadores da ethereum. A empresa anunciou na semana passada que havia demitido cerca de 14% de sua equipe, enquanto passava por uma reestruturação para separar seus negócios de desenvolvimento de software de suas atividades de risco.

Uma fusão com a Quorum se alinharia com sua mudança no sentido de aumentar sua divisão de software.

A Quorum tem código aberto, o que significa que seu código é gratuito e pode ser modificado e redistribuído. O plano após a fusão é manter a marca Quorum e manter a tecnologia de código aberto, disse uma das fontes.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below