February 13, 2020 / 2:34 PM / a month ago

Vendas de novas residências na cidade de SP devem crescer 10% este ano, diz Secovi-SP

07/08/2015 REUTERS/Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo devem crescer 10% em 2020 na comparação com 2019, estimou nesta quita-feira o sindicato da habitação, Secovi-SP, citando expectativa de avanço na reforma tributária em favor do setor e ao surgimento de novas modalidades de financiamento.

“Em número de unidades espero que o mercado imobiliário possa repetir o que aconteceu em 2019 com pouco crescimento de valor geral de vendas (VGV)”, disse o economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci, destacando a limitação do orçamento do programa habitacional Minha Casa Minha Vida (MCMV) aos níveis de 2019.

No ano passado, foram vendidas 44,7 mil unidades residenciais novas na cidade de São Paulo, um volume 49,5% maior na comparação anual, dos quais 27.224 unidades, ou 49%, se enquadravam como imóveis econômicos, mostrou o levantamento do sindicato.

Em lançamentos, houve alta de 49,6% ano a ano, para 55,5 mil unidades, sendo 27,2 mil unidades na modalidade econômica, segundo a pesquisa.

Reportagem de Gabriela Mello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below