February 25, 2020 / 5:38 PM / a month ago

Bolsas na Europa recuam com apreensão sobre aumento de casos de coronavírus no continente

(Reuters) - As bolsas na Europa fecharam em queda nesta terça-feira, conforme investidores continuaram saindo de ativos de risco, em meio a temores de uma disseminação global do coronavírus e da possibilidade de danos ainda maiores ao crescimento econômico.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 1,81%, a 1.576,17 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 1,76%, a 404 pontos.

A nova queda ocorre após fortes perdas na segunda-feira, que representaram uma queda de quase 474 bilhões de dólares em valor de mercado das empresas listadas nas bolsas na Europa.

O aumento de registros na Itália corroborou a pressão vendedora, com a Espanha também relatando casos de infecção, endossando as vendas, em um cenário que poderia ficar muito pior quando houver casos crescentes nos Estados Unidos.

“Surtos significativas na Itália, Irã e Coreia do Sul podem sugerir que os surtos do COVID-19 agora são possíveis em muitos outros locais”, disse Simon Powell, estrategista de ações na Jefferies.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 1,94%, a 7.017 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,88%, a 12.790 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,94%, a 5.679 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,44%, a 23.090 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 2,45%, a 9.250 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 2,29%, a 5.078 pontos.

Reportagem Danilo Masoni e Thyagaraju Adinarayan

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below