March 5, 2020 / 4:45 PM / in 25 days

Goldman diz que acordo da Opep+ não evitará superávit de petróleo no 2º tri

Sede da Opep em Viena, na Áustria REUTERS/Leonhard Foeger

LONDRES (Reuters) - O Goldman Sachs afirmou nesta quinta-feira que não acredita que o acordo para cortes adicionais na produção de petróleo, anunciado pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) mais cedo, vá evitar um superávit global no mercado da commodity no segundo trimestre.

A instituição manteve em 45 dólares sua estimativa para o valor do barril do petróleo Brent em abril.

Além disso, o Goldman Sachs disse ainda que “em última análise, uma recuperação na demanda, e não cortes na oferta, seria o catalisador necessário para uma retomada sustentável nos preços”.

Por Ron Bousso

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below