March 11, 2020 / 12:01 PM / in a month

Setor de viagens executivas deve ter perda de receita de US$820 bi por coronavírus

Saguão vazio no aeroporto internacional de Pequim, China 09/03/2020 REUTERS/Thomas Peter

BANGALORE, Índia (Reuters) - O setor de turismo de negócios deve sofrer um impacto de cerca de 820 bilhões de dólares na receita, com a China representando quase metade desse prejuízo, diante de restrições de viagens impostas por empresas como forma de conter o contágio pelo coronavírus, afirmou uma entidade do setor.

As viagens de negócios para a Ásia têm sido as mais atingidas, com pelo três em cada quatro companhias informando que cancelaram ou suspenderam todas ou a maior parte das viagens de executivos para China, Hong Kong, Taiwan e outros países da região Ásia-Pacífico, segundo pesquisa da Associação Global de Turismo de Negócios (GBTA, na sigla em inglês).

A estimativa anterior da entidade, divulgada em fevereiro, dava conta de impacto de 560 bilhões de dólares.

“O coronavírus está impactando significativamente os resultados da indústria de turismo executivo”, afirmou o vice-presidente de operações da GBTA, Scott Solombrino, em comunicado.

Segundo a entidade, o setor na China, que viu uma queda de 95% nas viagens de negócios desde o início da epidemia, deve perder receitas de 404 bilhões de dólares. A Europa aparece na sequência, com projeção de impacto de 190,5 bilhões.

Por Bhargav Acharya

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below