March 12, 2020 / 2:30 PM / 3 months ago

BCE estima desaceleração do crescimento mas estimativas devem estar defasadas

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, em Bruxelas, Bélgica 02/12/2019 REUTERS/Francois Lenoir

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu cortou suas estimativas de crescimento para este ano e o próximo nesta quinta-feira, mas disse que as novas projeções, feitas antes do surto de coronavírus na Europa, já estão provavelmente defasadas.

O BCE disse esperar agora que a economia da zona do euro cresça 0,8% este ano, 1,3% em 2021 e 1,4% em 2022. Em dezembro, as estimativas eram de 1,1% em 2020 e 1,4% para cada um dos dois anos seguintes.

A presidente do BCE, Christine Lagarde disse que os riscos para essa perspectiva são “claramente negativos”, e que a epidemia do coronavírus acrescentou um elemento negativo “substancial”.

“O crescimento da zona do euro deve retomar a tração no médio prazo”, disse ela em entrevista à imprensa após o banco optar por deixar as taxas de juros inalteradas.

As projeções de inflação foram mantidas em 1,1%, 1,4% e 1,6%.

A data de corte para as estimativas econômicas do BCE é normalmente três semanas antes de elas serem apresentadas ao Conselho do banco, responsável pela formulação da política monetária.

Reportagem de Francesco Canepa e John Stonestreet

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below