for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Boeing avalia pausa em produção enquanto novo vírus se espalha, dizem fontes

Funcionários da Boeing em Renton em Renton, Washington 18/2/2020 REUTERS/Brian Snyder

SEATTLE (Reuters) - A Boeing BA.N está inclinada a uma interrupção temporária do trabalho em suas fábricas de aviões de corredor duplo devido à disseminação de coronavírus, disseram pessoas familiarizadas com o assunto na quinta-feira, repetindo uma ação semelhante do rival europeu Airbus AIR.PA.

A fabricante de aviões dos EUA não tomou uma decisão final sobre o momento e a duração de uma possível interrupção do trabalho, pois considera as orientações de saúde e os impactos mais amplos à sua cadeia de suprimentos.

A Boeing usaria uma parada de alguns dias para realizar uma limpeza profunda de suas fábricas de corredor duplo no estado de Washington e na Carolina do Sul, mas parece amplamente comprometida por enquanto em manter as linhas de produção em funcionamento após a suspensão, disseram as pessoas.

Um porta-voz da Boeing se recusou a comentar.

A Airbus anunciou planos no início desta semana para interromper as operações em suas fábricas na França e na Espanha por quatro dias, depois que a Reuters informou que estava estudando planos para desacelerar ou interromper a produção.

A Boeing, que emprega 70.000 pessoas na área de Puget Sound, em Seattle, tem cerca de 14 casos confirmados de coronavírus na quinta-feira, muitos relatados em seu centro de Everett, ao norte de Seattle.

Reportagem de Eric M. Johnson em Seattle, Tim Hepher em Paris e David Shepardson em Washington; edição de Diane Craft

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up