March 23, 2020 / 8:21 PM / 4 months ago

Carga de energia do Brasil recua com medidas contra coronavírus, diz ONS

Torres e linhas de transmissão de energia em Brasília (DF) 31/08/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino

SÃO PAULO (Reuters) - A carga de energia do sistema interligado do Brasil teve significativa retração a partir de meados da semana passada, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), em meio a medidas de governos e empresas para conter a doença que levaram ao fechamento de negócios ou a regimes de trabalho remoto.

Soma do consumo com perdas na rede, a carga elétrica começou a cair na quinta-feira, com baixa de 2,3% na comparação com mesmo dia da semana anterior. Na sexta-feira, houve queda de 6% e no sábado de 8,6%.

A redução foi ainda maior no domingo, com queda de 8,9% frente ao domingo anterior, de acordo com o ONS, responsável por gerenciar o acionamento de usinas e o trânsito da energia pelas linhas de transmissão no pais.

“A pandemia mudou a rotina de trabalho no pais, afetando consequentemente o consumo de energia elétrica”, afirmou o ONS em nota à Reuters.

A queda na carga ainda contribuiu para recuperação dos níveis de armazenamento dos reservatórios das hidrelétricas, principal fonte de geração no Brasil, acrescentou o órgão do setor de energia.

Por Luciano Costa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below