April 1, 2020 / 9:07 PM / 4 months ago

Preços do petróleo recuam com salto nos estoques dos EUA e demanda fraca por gasolina

Tanques de armazenamento de petróleo em Cushing, Oklahoma (EUA) 24/03/2016 REUTERS/Nick Oxford

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo recuaram nesta quarta-feira, depois de os estoques da commodity nos Estados Unidos registrarem na semana passada o maior aumento desde 2016, enquanto a demana por gasolina sofreu sua baixa semanal mais expressiva da história devido à pandemia de coronavírus.

As reservas de petróleo dos EUA avançaram em 13,8 milhões de barris na última semana, disse a Administração de Informação sobre Energia (AIE). Esse é o maior aumento em uma só semana desde 2016, e analistas esperam que dados semelhantes sejam verificados nas próximas semanas, à medida que refinarias reduzem ainda mais as operações e a demanda por gasolina continua a cair.

“A demanda está um desastre”, disse Bob Yawger, diretor de Futuros de Energia da Mizuho em Nova York. “Esse é todo o problema por aqui. Está horrível.”

O petróleo dos EUA fechou em queda de 0,17 dólar, a 20,31 dólares por barril, após atingir uma mínima de 19,90 dólares na sessão.

Já o petróleo Brent para junho recuou 1,61 dólares, ou 6,1%, para 24,74 dólares o barril. O valor de referência internacional chegou a recuar a 21,65 dólares na segunda-feira, menor nível desde 2002, quando o agora já expirado contrato maio era o vencimento de primeiro mês.

Reportagem adicional de Yuka Obayashi e Alex Lawler

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below