April 2, 2020 / 8:13 PM / 4 months ago

Dólar bate novo recorde e flerta com R$5,29 com demanda global pela moeda

10/09/2015 REUTERS/Ricardo Moraes

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em apenas leve alta ante o real, mas suficiente para cravar nova máxima recorde nominal nesta quinta-feira, em novo dia de fortalecimento global da divisa diante da iminência de uma recessão global.

Ainda que tenha se afastado das máximas do dia, perto de 5,29 reais, o mercado não conseguiu imprimir vendas a ponto de derrubar a cotação. A demanda por dólares segue forte no Brasil e no mundo diante da necessidade das empresas de levantar caixa para fazer frente à recessão global. No Brasil, o fluxo cambial apenas em março até dia 27 é negativo em quase 6 bilhões de dólares, evidência da menor oferta de moeda no país.

Veja a evolução das cotações do dólar ante o real e de um índice do dólar contra outras moedas nesta quinta:

“O dólar vai permanecer forte”, disse Rodrigo Franchini, sócio e chefe de produtos da Monte Bravo. Segundo ele, devido à crise do coronavírus e à esperada contração da economia neste ano, o valor “justo” para a divisa se encontra entre 5,10 reais e 5,20 reais.

Essa faixa é próxima às cotações atuais e bem abaixo da taxa de 4,50 reais prevista por analistas consultados pelo Banco Central para a pesquisa Focus.

E mais instituições financeiras veem o dólar na casa de 5 reais nos próximos meses. O Bank of America revisou de 4,80 reais por dólar para 5,20 reais sua estimativa para a taxa de câmbio ao término de 2020, mesmo acreditando que o BC continuará intervindo no mercado para conter volatilidade e distorções.

No fechamento da sessão no mercado interbancário nesta quinta, o dólar teve variação positiva de 0,09%, a 5,2661 reais na venda. Durante os negócios, foi a 5,2860 reais, nova máxima recorde intradiária.

Na B3 —em que as operações com dólar futuro se estendem até as 18h—, o contrato mais líquido de dólar futuro tinha ganho de 0,29%, a 5,2745, às 17h31, após bater 5,2935 reais.

No exterior, um índice do dólar subia 0,56%. O dólar tinha firme ante euro (+0,9%), rand sul-africano (+1,4%), franco suíço (+0,8%) e iene japonês (+0,7%).

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below