April 3, 2020 / 3:20 PM / 2 months ago

Ibovespa volta a cair abaixo de 70 mil pontos com dados dos EUA reforçando temores sobre Covid-19

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista engatava mais uma sessão negativa nesta sexta-feira, sem alívio nas preocupações com os efeitos do Covid-19 nas economias em todo o mundo, com Usiminas liderando as perdas do Ibovespa após anunciar paralisação de alto fornos.

Operador da corretora Mirae durante sessão da bolsa de valores de São Paulo 18/05/2017 REUTERS/Paulo Whitaker

Às 12:07, o Ibovespa caía 3,73%, a 69.558,17 pontos. O volume financeiro somava 6,1 bilhões de reais.

Nos Estados Unidos, o Departamento do Trabalho divulgou que foram fechadas 701 mil vagas de trabalho no mês passado, enquanto a taxa de desemprego disparou de 3,5% para 4,4%, em resultado muito pior do que as estimativas.

Tal “figura” pode piorar ainda mais, diante da falta de sinais de arrefecimento no ritmo de contágio do vírus, que pode prolongar medidas de confinamento e assim a paralisação de diversas atividades econômicas. Em Wall Street, o S&P 500 perdia 1%.

“As expectativas à frente para a economia americana são semelhantes ao restante do mundo: a retomada depende de um choque positivo de confiança para voltarem a um dia a dia normal”, citou Felipe Sichel, estrategista-chefe do modalmais.

Ele ressaltou que esse choque depende de avanços médicos consistentes, mas uma vez que ocorra a retomada pode ser confirmada em velocidade acelerada. “Por ora, não estamos neste momento ainda”, ponderou.

DESTAQUES

- USIMINAS PNA perdia 9%, após anunciar na quinta-feira que vai parar dois alto fornos da siderúrgica em Ipatinga (MG), bem como parte de atividades de aciaria na cidade, além de conceder férias de 30 dias para funcionários da companhia na usina de Cubatão (SP).

- LOCALIZA ON caía 7,8%, retomando o viés negativo, após trégua na véspera, quando fechou em alta de mais de 10%. Os papéis têm refletido as preocupações com os volumes da empresa de frotas e aluguel de veículos em meio a medidas de restrições de circulação, ainda sem sinais de alívio.

- VIA VAREJO ON tinha queda de 6,4%, também afetada pelas medidas de confinamento, que fechou atividades consideradas não essenciais, entre elas o comércio de rua. B2W caía 7% e MAGAZINE LUIZA ON cedia 4,9%.

- PETROBRAS PN e ON subiam 1% cada, após dispararem na véspera, com os preços do petróleo ainda em alta relevante.

- VALE ON mostrava declínio de 2,55%. A Agência Nacional de Mineração (ANM) afirmou na quinta-feira que 47 barragens do país foram interditas por falta de declaração de estabilidade, e que a maior parte pertence à mineradora.

- ITAÚ UNIBANCO PN e BRADESCO PN recuavam 5,3% cada, tendo no radar projeto de lei no âmbito das medidas de combate ao coronavírus que prevê aumento da alíquota de Contribuição sobre o Lucro Líquido (CSLL) dos bancos para 50%. BANCO DO BRASIL ON perdia 5,5%. (bit.ly/39AuNeA) (bit.ly/2UZLSJB)

- COGNA ON subia 3,8%, entre as poucas altas do Ibovespa na sessão, após forte recuo na véspera. YDUQS ON avançava 1,9%.

Edição Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below