April 8, 2020 / 12:19 PM / 2 months ago

Dólar passa a subir ante real com sinais de permanência da crise de coronavírus e antes de ata do Fed

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar passava a subir contra o real nesta quarta-feira, à medida que os investidores digeriam os sinais de persistência da crise do coronavírus, enquanto aguardavam a ata da reunião de política monetária do Federal Reserve.

14/11/2014 REUTERS/Gary Cameron

Às 10:25, o dólar avançava 0,36%, a 5,2472 reais na venda. O contrato mais negociado de dólar futuro subia 0,32%, a 5,2485 reais.

Logo após a abertura, o dólar havia sido negociado em queda, chegando a 5,2083 reais na mínima do dia.

“Hoje está muito indefinido”, disse à Reuters Álvaro Bandeira, economista-chefe do banco digital Modalmais. “Vai depender da ata do Fed, com os mercados também esperando o noticiário sobre o corona e as medidas que são tomadas (no combate à crise).”

O Federal Reserve divulgará nesta quarta-feira a ata de sua reunião de política monetária de março. Investidores de todo mundo estarão atentos ao documento em busca de sinais do efeito econômico da pandemia de coronavírus, bem como de pistas sobre os próximos passos do banco central norte-americano diante da crise de saúde.

Enquanto isso, uma alta nas mortes por Covid-19 na Espanha e na França deixava os investidores nervosos, frustrando expectativas anteriores de que o surto pudesse ter atingido um pico na Europa.

“A precificação dos ativos continuará se orientando, no longo da sessão de hoje, basicamente pelas estatísticas em torno da evolução e/ou recuo da contaminação pelo Covid-19, e também pelas ações dos governos na missão de prover liquidez aos mercados, e assim mitigar os efeitos danosos da crise viral”, disse em nota Ricardo Gomes da Silva, superintendente da Correparti Corretora. “Sem trégua, a volatilidade deverá continuar presente nos mercados locais.”

No exterior, o dólar tinha desempenho misto contra divisas emergentes.

Na véspera, a moeda norte-americana spot fechou em queda de 1,2%, a 5,2283 reais na venda.

O Banco Central ofertará neste pregão até 10 mil contratos de swap cambial tradicional para rolagem, com vencimento em outubro de 2020 e janeiro de 2021.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below