April 16, 2020 / 7:24 PM / 4 months ago

Funcionários da Embraer aprovam plano de corte de salários para manter empregos

Fábrica da Embraer em São José dos Campos (SP) 24/07/2018 REUTERS/Roosevelt Cassio

SÃO PAULO (Reuters) - O sindicato que representa os trabalhadores da Embraer em São José dos Campos (SP) aprovou nesta quinta-feira um plano para manter a principal fábrica da companhia aberta, reduzindo salários e mantendo cerca de mil funcionários trabalhando.

A fábrica tem cerca de 16 mil trabalhadores e atualmente opera apenas em atividades essenciais.

O sindicato dos metalúrgicos de São José dos Campos se opôs a ambas as medidas, mas em votação 92% dos trabalhadores aprovaram o plano. Sindicatos representando outros trabalhadores da Embraer já haviam aprovado um plano similar na semana passada.

Os salários serão reduzidos em até 36% para os trabalhadores com contratos suspensos, segundo o sindicato, embora o governo federal ofereça subsídios que compensam uma pequena parte do corte salarial. A medida ficará em vigor por pelo menos 60 dias e não haverá demissões durante esse período.

Os mil trabalhadores que continuarão trabalhando na fábrica não terão seus salários cortados. Trabalhadores em regime de home office terão jornada reduzida em 25% por 90 dias.

Por Marcelo Rochabrun

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below