April 17, 2020 / 5:36 PM / a month ago

Fitch rebaixa rating soberano da Argentina para "C"; cita risco de inadimplência iminente

Logo da agência de classificação de riscos Fitch no escritório da empresa em Londres 03/03/2016 REUTERS/Reinhard Krause

(Reuters) - A agência de classificação de risco Fitch rebaixou o rating de crédito da Argentina para “C”, ante “CC”, nesta sexta-feira, assegurando que um default pode ser iminente caso o país não consiga chegar a um acordo com os detentores de títulos nas próximas semanas.

O ministro da Economia da Argentina disse na quinta-feira que oferecerá a seus credores um corte de 62% nos juros, um período de carência de três anos e um levantamento de capital de 5,4% em sua dívida externa de quase 70 bilhões de dólares, que o país atualmente considera impagável.

Para a Fitch, a redução no rating indica que foi iniciado um processo de conversão de dívida não paga. A agência também manteve o rating de crédito da moeda local da Argentina em “default restrito”.

Os títulos do país no mercado de balcão disparavam nesta sexta-feira, e o risco-país da Argentina caía 312 pontos base após a apresentação das diretrizes para reestruturação da dívida.

Por Manuel Farías

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below