April 17, 2020 / 8:41 PM / 4 months ago

Diesel, gasolina e etanol recuam nos postos na 1ª metade de abril, diz Ticket Log

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O preço médio do diesel e da gasolina recuaram na primeira quinzena de abril, ante a média registrada em março, após diversos cortes realizados pela Petrobras nas refinarias, enquanto o etanol hidratado seguiu o recuo do combustível fóssil concorrente, apontou levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL).

Placa com preços de combustíveis em posto em Cuiabá (MT) 02/10/2019 REUTERS/Marcelo Teixeira

O índice é realizado com base nos abastecimentos realizados nos 18 mil postos credenciados da Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil.

O diesel, combustível mais consumido do Brasil, teve queda de 3,03% na primeira metade de abril ante a média do mês anterior, para 3,645 reais por litro.

O recuo ocorre após a petroleira brasileira —dona de quase 100% da capacidade de refino do país— ter reduzido em cerca de 35% os preços do diesel nas refinarias neste ano, diante de uma queda dos preços do petróleo e dos derivados devido aos impactos econômicos do novo coronavírus.

Segundo o levantamento, o Amapá foi o Estado que registrou a maior média do preço do diesel na primeira quinzena de abril, de 4,850 reais por litro, um avanço de 11% ante a média de março, na contramão da queda nacional, apontou o levantamento.

Já o menor valor do diesel foi registrado no Paraná, com o valor médio de 2,980 reais por litro, recuo de 8,14%, na mesma comparação.

A gasolina registrou uma média de 4,484 reais por litro na primeira quinzena de abril, queda de 3% ante o valor médio de março.

A região Norte, segundo o levantamento, apresenta a média da gasolina mais cara, vendida a 4,592 reais por litro, enquanto que o litro mais barato foi registrado na região Sul, por 4,227 reais.

“O levantamento aponta também que, na comparação das variações, a gasolina é cerca de 7% mais barata no Sul do que no Sudeste, que registrou a média 4,558 reais no preço da gasolina”, afirmou a empresa em nota.

Para o etanol, a primeira quinzena de abril foi de queda de 5,16% nas bombas, fechando a 3,527 reais por litro.

Segundo a Ticket Log, o etanol tem recuado gradativamente nas bombas de todo o país, reflexo da redução do preço do barril de petróleo, que diretamente interfere no valor da gasolina, o combustível concorrente.

Outro aspecto do etanol que também se reflete nas bombas tem relação com a mudança de comportamento, devido a medidas de isolamento pelo coronavírus.

“Como os postos pagam menos impostos pelo etanol, reduzem os preços nas bombas como estratégia de aumentar o abastecimento desse tipo de combustível”, segundo a Ticket Log.

Por Marta Nogueira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below