April 29, 2020 / 3:26 PM / a month ago

Boeing corta 10% da força de trabalho em meio à pandemia

Avião fabricado pela Boeing. 23/3/2020. REUTERS/David Ryder

WASHINGTON (Reuters) - O presidente-executivo da Boeing, Dave Calhoun, disse aos funcionários nesta quarta-feira que a maior fabricante de aviões dos EUA está reduzindo o tamanho de sua força de trabalho em cerca de 10% em meio a uma queda acentuada na demanda por viagens devido à pandemia coronavírus.

“Começamos a tomar medidas para reduzir nosso número de funcionários em aproximadamente 10% por meio de uma combinação de demissões voluntárias, rotatividade natural e demissões involuntárias, conforme necessário”, disse Calhoun em email visto pela Reuters.

A Boeing precisará fazer “reduções ainda mais profundas nas áreas mais expostas às condições de nossos clientes comerciais - mais de 15% em nossos negócios de serviços e aviões comerciais, bem como em nossas funções corporativas”, afirmou ele.

A Boeing tem cerca de 160 mil funcionários em todo o mundo.

Por David Shepardson

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below