May 1, 2020 / 2:44 PM / 2 months ago

Alemanha deve assumir 25,1% de participação na Lufthansa, diz Der Spiegel

FRANKFURT (Reuters) - A Lufthansa está negociando um pacote de resgate de 10 bilhões de euros por meio do qual a Alemanha assumiria 25,1% de participação na empresa aérea, noticiou o diário Der Spiegel nesta sexta-feira.

Deste total, 5,5 bilhões de euros seriam na forma de capital sem direito a voto, pelos quais o governo alemão quer um cupom de 9%, disse o jornal.

Outros 3,5 bilhões em empréstimos seriam providenciados pelo banco estatal Kreditanstalt für Wiederaufbau (KFW), disse o jornal, acrescentando que Bélgica, Áustria e Suíça podem contribuir com o pacote de resgate.

Uma fonte do governo que não quis ser identificada disse: “As negociações e debates continuam”.

O ministro das Finanças, Olaf Scholz, não quis dizer em uma entrevista ao jornal Passauer Neue Presse como as negociações estão progredindo.

“Os contribuintes podem confiar que não conduziremos estas conversas ingenuamente”, disse ele.

A Reuters noticiou anteriormente que a Lufthansa poderia buscar alguma forma de proteção contra credores enquanto negociava um pacote de ajuda com o governo alemão de cerca de 9 bilhões de euros, segundo fonte da companhia.

A Lufthansa não estava disponível de imediato para comentar.

Por Edward Taylor e Joseph Nasr

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below