for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Atividade de serviços nos EUA tem contração em abril, aponta ISM

Shopping em Houston, nos EUA, praticamente deserto em meio à pandemia de coronavírus 01/05/2020 REUTERS/Adrees Latif

WASHINGTON (Reuters) - O setor de serviços dos Estados Unidos contraiu pela primeira vez em quase dez anos e meio em abril, com forte queda nas encomendas, o que pode fortalecer visões de economistas de que a economia terá dificuldades para se recuperar da recessão provocada pelo coronavírus.

O Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM) informou nesta terça-feira que seu índice de atividade de serviços caiu para 41,8 no mês passado, primeira contração desde dezembro de 2009. Também foi a leitura mais baixa desde março de 2009 e seguiu-se a um número de 52,5 em março.

Leitura abaixo de 50 indica contração no setor de serviços, que responde por mais de dois terços da atividade econômica dos EUA. Economistas consultados pela Reuters previam queda do índice para 36,8 em abril.

Reportagem de Lucia Mutikani

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up