for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

AES Tietê tem lucro líquido de R$75,3 mi no 1º tri, alta de 21,5%

Logo da multinacional norte-americana AES, cuja controlada AES Tietê pretende combinar negócios com a Eneva 04/06/2019 REUTERS/Rodrigo Garrido

SÃO PAULO, (Reuters) - A elétrica AES Tietê registrou lucro líquido de 75,3 milhões de reais no primeiro trimestre de 2020, alta de 21,5% em relação a igual período do ano anterior, informou a empresa nesta quarta-feira.

A companhia, controlada pela norte-americana AES, teve ainda lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de 312,8 milhões de reais no período, avanço de 18,3%.

“Tivemos um grande primeiro trimestre, fruto da estratégia comercial e do crescimento da companhia, que deixou o balanço mais fortalecido”, disse em comunicado a diretora financeira da empresa, Clarissa Sadock.

Ela destacou o fechamento de novos acordos comerciais, o avanço no nível de contratação do portfólio da empresa e uma maior previsibilidade no fluxo de caixa, acrescentando que o cenário da pandemia de coronavírus demanda resiliência do portfólio da elétrica.

“Mesmo com o cenário desafiador que temos pela frente, a AES Tietê continua focada em avançar em sua estratégia de crescimento e geração de valor para seus acionistas”, afirmou.

A AES Tietê esteve envolvida em um imbróglio com a Eneva nos últimos meses, depois de esta propor uma oferta hostil pela combinação dos negócios das empresas, o que foi rejeitado pelo conselho de administração da AES Tietê.

Por Gabriel Araujo

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up