May 8, 2020 / 12:45 PM / 24 days ago

Exportações alemãs despencam em março após crise do coronavírus afetar demanda

Contêiners em terminal no porto de Hamburgo REUTERS/Fabian Bimmer

BERLIM (Reuters) - As exportações alemãs despencaram 11,8% em março, a maior queda desde que os registros atuais começaram em 1990, à medida que a crise de coronavírus reduz a demanda por mercadorias da maior economia da Europa, informou o Departamento Federal de Estatística nesta sexta-feira.

As importações ajustadas sazonalmente caíram 5,1% e o superávit comercial recuou para 12,8 bilhões de euros, ante 21,4 bilhões de euros em dado revisado para baixo em fevereiro, informou o escritório.

Economistas consultados pela Reuters esperavam que as exportações tivessem queda de 5% e as importações recuassem 4%. O superávit comercial foi estimado em 18,9 bilhões de euros.

O governo alemão projeta que a economia — que depende das exportações — encolha 6,3%, marcando um recorde pós-Segunda Guerra Mundial, apesar de um significativo pacote de resgate de 750 bilhões de euros para amortecer o impacto da pandemia.

Os dados relativos ao comércio desta sexta-feira foram os mais recentes a oferecer uma perspectiva sombria para a Alemanha, que estava no 11º ano consecutivo de crescimento antes do surto.

Reportagem de Joseph Nasr e Klaus Lauer

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below