May 11, 2020 / 12:44 PM / 23 days ago

Argentina prorroga prazo de dívida de US$65 bi até 22 de maio

O ministro da Economia da Argentina, Martín Guzmán, discursa no Congresso sobre situação econômica do país 12/02/2020 REUTERS/Agustin Marcarian

BUENOS AIRES (Reuters) - A Argentina disse nesta segunda-feira que prorrogará as negociações sobre uma proposta de reestruturação da dívida de 65 bilhões de dólares até 22 de maio, após atingir o prazo inicial na sexta-feira sem obter apoio a um acordo abrangente, necessário para o país evitar um default.

O país anunciou a prorrogação no diário oficial, acrescentando que os resultados da oferta serão anunciados em 25 de maio, com uma data de liquidação em 27 de maio.

A Argentina está correndo para renovar dívidas insustentáveis em meio a uma recessão econômica dolorosa, inflação alta e custos de empréstimos cada vez mais caros, já que as preocupações com um possível nono default soberano abalaram os investidores e atingiram os preços dos títulos.

As negociações, no entanto, não têm sido simples, com três grandes grupos de credores rejeitando a proposta inicial e pressionando por melhores termos. Autoridades argentinas disseram que o país não pode pagar mais, apesar de estarem abertas a contrapropostas.

A Argentina também enfrenta o final de um período de carência de 30 dias para pagar 500 milhões de dólares em juros de títulos em 22 de maio, o que pode levar o país a um default técnico.

Reportagem de Adam Jourdan

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below