for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Conab reduz previsão de safra de soja do Brasil; vê exportações fortes

SÃO PAULO (Reuters) - A safra de soja do Brasil na temporada 2019/20 foi estimada nesta terça-feira em 120,3 milhões de toneladas, ante 122 milhões de toneladas na projeção de abril, de acordo com levantamento mensal da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

16/04/2018 REUTERS/Agustin Marcarian

Apesar da redução, a produção estimada para a safra ainda é um recorde na série histórica, representando um acréscimo de 4,6% em relação ao ciclo passado, disse a Conab.

A estatal comentou que a grande safra foi registrada apesar do impacto negativo causado pela seca no Rio Grande do Sul. O problema nas lavouras gaúchas foi compensado por produtividades recordes em Mato Grosso, Paraná, Goiás, São Paulo, Tocantins, Maranhão, Rondônia e Distrito Federal, disse a Conab.

As exportações de soja do Brasil devem seguir fortes nos próximos meses, com a programação de navios indicando embarques de 12 milhões de toneladas em maio, ressaltou a Conab, que vê embarques anuais do país entre 75 milhões e 77 milhões de toneladas.

Em abril, as exportações de soja do Brasil, o maior exportador global dessa commodity, somaram um recorde para todos os meses, de 16,3 milhões de toneladas, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Em meio à forte demanda da China, o Brasil exportou até o momento no ano aproximadamente 33,66 milhões de toneladas de soja em grãos, enquanto que no mesmo período de 2019 esse volume era de 25,16 milhões, segundo relato da Conab.

MILHO

A colheita total de milho 2019/20 do Brasil foi prevista em 102,3 milhões de toneladas, ante 101,9 milhões em abril, disse a Conab, que elevou em 500 mil toneladas a projeção da segunda safra, para 75,9 milhões de toneladas.

A Conab estimou a exportação de milho do Brasil em 34,5 milhões de toneladas na safra atual, mas disse ver espaço para um volume maior devido ao câmbio favorável a vendas externas --no ciclo anterior, o país teve um recorde de 41,2 milhões de toneladas.

A safra de algodão do Brasil 2019/20 foi prevista em 2,88 milhões de toneladas (pluma), estável ante abril, segundo os números da Conab, que reduziu em 300 mil toneladas a previsão de exportações da fibra no período, para 1,7 milhão de toneladas.

A safra de trigo do Brasil em 2020 foi estimada em 5,4 milhões de toneladas, estável ante abril, disse a Conab, que também projetou um aumento nas importações do cereal no ano pelo país para 7,3 milhões de toneladas, ante 7,2 milhões na previsão de abril.

Por Roberto Samora

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up