for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Preços ao produtor dos EUA caem em abril

Pessoas com máscaras de proteção contra coronavírus fazem compras em St Louis, Missouri (EUA) 04/04/2020 REUTERS/Lawrence Bryant

WASHINGTON (Reuters) - Os preços ao produtor nos Estados Unidos caíram mais do que o esperado em abril, alcançando o maior declínio anual desde 2015, o que pode reforçar as previsões de alguns economistas de que haverá um breve período de deflação à medida que o novo coronavírus diminui a demanda.

O Departamento do Trabalho informou nesta quarta-feira que seu índice de preços ao produtor para a demanda final caiu 1,3% no mês passado, após recuar 0,2% em março. Nos 12 meses encerrados em abril, o índice caiu 1,2%. Esse foi o maior declínio desde novembro de 2015, e ocorreu após um aumento de 0,7% em março.

Economistas consultados pela Reuters previam que o índice de preços ao produtor cairia 0,5% em abril e 0,2% na comparação ano a ano.

Reportagem de Lucia Mutikani

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up