for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Venda de soja 20/21 pode chegar a 50% até o plantio; importação é possível, diz Safras

Plantio de soja em Rio Verde (GO) 31/01/2019 REUTERS/José Roberto Gomes

(Reuters) - A comercialização antecipada da safra 2020/21 de soja do Brasil pode chegar a 50% da produção esperada até o início do plantio, previsto para meados de setembro, impulsionada pelo alto patamar de câmbio que favorece as exportações da commodity, afirmou a consultoria Safras & Mercado nesta sexta-feira.

Durante videoconferência, o consultor da Safras Luiz Fernando Roque disse que, normalmente, a indicação é que cerca de 30% da produção esperada esteja comercializada até o plantio, mas como este patamar já foi alcançado atualmente, “plantar a safra 2020/21 com 50% vendida é uma estratégia interessante”.

“Estamos com 30% da safra 2020/21 comercializada. Acho que é interessante ir aproveitando (o patamar do câmbio) para ir travando (mais vendas) e... entrar na colheita com o cenário muito favorável”, afirmou.

Neste contexto, ele destacou que cresce a possibilidade de importação da oleaginosa no segundo semestre, em regiões de fronteira, para atender a demanda interna da indústria processadora até o fim do ano.

Por Nayara Figueiredo

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up