for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

ONS mantém projeções de chuva e demanda por energia em maio; carga deve cair 10%

Vista da usina hidrelétrica de Furnas, em São José da Barra (MG) 14/01/2013 REUTERS/Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) manteve estáveis suas projeções para a demanda por energia e as chuvas na região dos reservatórios das hidrelétricas em maio, segundo boletim nesta sexta-feira.

A carga de energia deverá cair 10% na comparação anual, em meio ao impacto de medidas de isolamento adotadas para conter a disseminação do coronavírus, com maior recuo, de 11,3%, na região Sudeste/Centro-Oeste, apontou o ONS, sem alterações relevantes frente às previsões anteriores.

O Sul deve ter a menor retração, de 6,4% na comparação anual, em projeções praticamente inalteradas frente à semana passada.

As previsões de chuvas nas hidrelétricas do Sudeste, que concentram os maiores reservatórios, foram mantidas em 78% da média histórica para o mês, enquanto a região Sul deverá seguir com precipitações estimadas em 12% da média, levemente abaixo dos 14% estimados na semana anterior.

Por Luciano Costa

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up