May 26, 2020 / 11:27 AM / in 2 months

BC do Japão vai injetar quase US$16 bi na economia por meio de esquema de empréstimos

Homem usando máscara protetora caminha em frente à sede do Banco do Japão, em Tóquio 22/05/2020 REUTERS/Kim Kyung-Hoon

TÓQUIO (Reuters) - O banco central do Japão se ofereceu nesta terça-feira para injetar 1,7 trilhão de ienes (15,8 bilhões de dólares) na economia sob seu esquema de empréstimos, com o objetivo de aumentar os empréstimos a empresas afetadas pelas crescentes consequências da pandemia de coronavírus.

O valor oferecido às instituições financeiras no leilão desta terça-feira foi quase o dobro do leilão anterior realizado em 14 de maio, mostraram dados do Banco do Japão, um sinal de que o programa está ajudando a canalizar dinheiro para empresas que estão sofrendo com a pandemia.

Os empréstimos de três meses serão entregues às instituições financeiras na quarta-feira. O saldo total de dinheiro injetado no esquema foi de 14,4 trilhões de ienes, mostraram os dados.

O banco central criou o esquema em março como parte das medidas para aliviar os esforços de financiamento corporativo, sob os quais concede empréstimos sem juros a instituições financeiras, na esperança de que elas usem o dinheiro para aumentar os empréstimos a empresas atingidas pela pandemia.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below