May 26, 2020 / 2:37 PM / a month ago

Usinas do centro-sul aumentam produção de açúcar em 55,8% na 1ª quinzena de maio

Usina de processamento de cana em Sertãozinho (SP) 21/04/2007 REUTERS/Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - A moagem de cana-de-açúcar do centro-sul totalizou 42,46 milhões de toneladas na primeira quinzena de maio, aumento de 8,76% ante mesmo período do ciclo anterior, com o setor aproveitando os preços mais vantajosos do açúcar para destinar mais matéria-prima ao adoçante, cuja produção no período aumentou mais de 55%, informou a Unica, entidade que representa o setor.

A fabricação de açúcar do centro-sul, região que responde pela maior parte da produção brasileira, atingiu 2,50 milhões de toneladas, enquanto o total produzido de etanol foi de 1,82 bilhão de litros na primeira quinzena.

Do total, a fabricação do biocombustível se dividiu em 503,95 milhões de litros de anidro (misturado à gasolina), com queda de 10% na comparação anual, e 1,32 bilhão de litros de etanol hidratado (+5,37%).

As vendas de etanol pelas unidades produtoras do centro-sul somaram 1,05 bilhão de litros, com retração de 22% no comparativo com o mesmo período do ano passado, devido ao impacto das medidas de isolamento para combater o coronavírus, disse a Unica.

Para o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, “a retração nas vendas de etanol hidratado só não foi maior devido a elevada competitividade do biocombustível no mercado nacional”.

Por Roberto Samora, em São Paulo, e Marcelo Teixeira, em Nova York

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below